imagem do corona vírus
Se apresentar sintomas leves de gripe como: tosse, coriza, dor de cabeça, ligue: 0800 647 5225

Bairro Costa e Silva

Foi iniciada a ocupação do bairro Costa e Silva por volta do ano de 1980 levada através da instalação de algumas olarias. Em meados de 1981 os moradores deste deste bairro passaram por uma situação judicial, pois uma empresa estava requerendo uma os direitos legais sobre estas terras, requerimento este que foi negado uma vez que os moradores conseguiram comprovar judicialmente que estas terras eram da União.

Em 1982 o bairro recebeu seus primeiros tratamentos urbanísticos com a abertura de ruas, demarcação de lotes e construção de pequenas casas de madeiras que foram doadas para famílias de baixa renda.

O bairro formado na Zona Norte, limitado pelos bairros Nacional, Industrial, Nova Esperança, Liberdade, São Sebastião e São João Bosco, recebeu o denotativo de Conquista - Lei n° 638/1986 e, posteriormente, adotou o nome de Costa e Silva, homenagem ao gaúcho Artur da Costa e Silva, segundo presidente do regime militar. Conquista seria o termo mais acertado para o espaço, lembraria a resistência dos agentes sociais que souberam defender seu pedaço de chão. Presenciou o bairro a transferência da sede do governo estadual no período de 1987/1990 para o prédio ocupado, hoje, pela Secretaria Estadual de Segurança Pública.

Dentre os principais pontos de referência do bairro pode destacar a Escola Municipal de Ensino Fundamental Maria Izaura e Escola Municipal de Educação Infantil Meu Pequeno Jones. O folclore é representado pelo folguedo da quadrilha "Matutos da Cidade Grande".

Resumo do livro: Os Bairros na História de Porto Velho

Autora: Yêdda Pinheiro Borzacov

Criado pela Lei n° 840/1989 - acesse clicando aqui

Para baixar o mapa em formato PDF clique aqui


logotipo da prefeitura de porto velho logotipo da prefeitura de porto velho