imagem do corona vírus
Se apresentar sintomas leves de gripe como: tosse, coriza, dor de cabeça, ligue: 0800 647 5225

Bairro Tancredo Neves

A ocupação bairro iniciou-se em 1984, através de centenas de famílias que demarcaram lotes e, em seguida, construíram seus casebres. Um ano depois, a Prefeitura iniciou a abertura de vias, encontrando bastante dificuldade em decorrência dos bolsões formados por barracos muito próximos uns dos outros.
Muitas dessas residências eram construídas em formato de palafitas, evitando as cheias ocasionadas pelo inverno amazônico, conforme relata Aderbal Francisco de Lima, um dos primeiros moradores do bairro.
O Bairro Tancredo Neves, que havia iniciado com cerca de 70 famílias, expandiu-se até conectar-se com outros bairros localizados na zona leste de Porto Velho, como o JK e Tiradentes. Nele, consolidou-se um centro comercial e bancário para a região.
O ex-prefeito José Guedes concedeu os primeiros títulos de regularização da região, visando solucionar conflitos entre os “proprietários” e os ocupantes, combatendo a especulação imobiliária.
Dentre as referências do bairro, cita-se a Unidade dos Alcoólicos Anônimos – AA, a Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Daniel Neri da Silva, a Oficina de Corte e Costura Municipal, Indústria de Refrigerantes Dydyo, Colégio Estadual de Ensino Fundamental e Médio Risoleta Neves; Escola de Música Som na Leste; Unidade do Serviço Nacional e Comércio – SENAC e; Associação dos Catadores de Material Reciclável – ASPROVEL

Resumo do livro: Os Bairros na História de Porto Velho

Autora: Yêdda Pinheiro Borzacov

Criado pela Lei n° 840/1989 - acesse clicando aqui

Para baixar o mapa em formato PDF clique aqui


logotipo da prefeitura de porto velho logotipo da prefeitura de porto velho